NÃO EXISTEM CULPADOS, EXISTEM FATALIDADES!

0
857

NÃO EXISTEM CULPADOS, EXISTEM FATALIDADES!

Olá, qual o seu nome e sua idade?

Alcides Tinôco da Costa, 33 anos.”

Qual a sua deficiência?

“Tetraplegia.”

Qual o motivo da lesão?

“Acidente automobilístico.”

Faz quanto tempo?

“14 anos, foi em 24 de Janeiro de 1999.”

E como foi a sua aceitação, como encarou sua nova realidade?

“Não foi nada fácil. Mas com o passar do tempo as coisas se encaminham, a vida se encarrega de te ensinar que não existem culpados, que existem fatalidades e que tudo é possível dentro de suas limitações, basta você querer.”

Sem dúvidas, hoje em dia onde você encontra maiores dificuldades?

“1º comigo mesmo, a auto aceitação é um processo cotidiano. 2º Minha família é triste você perceber que todos a sua volta se acostumaram com sua condição menos você, 3º a sociedade, incrível como nos dias de hoje existem pessoas que te discriminam e desrespeitam seus direitos.”

Tem alguma música, alguma pessoa, alguma frase ou alguma crença que te ajudam a nunca desistir?

“Tem os 4, acho que são essenciais para nossa reabilitação:

  • Música- Viva la vida, Colplay;
  • Pessoa (Minha mãe, mulher guerreira e de personalidade forte);
  • Frase – “Somos o que fazemos, mas somos principalmente o que fazemso para mudar o que somos”…
  • E o mais importante: “Deus, seguir os seus ensinamentos me faz querer ser um cara melhor a cada dia.”

1 COMENTÁRIO

  1. oi me amigo, sou paraplégico desde 2011, ate ai tudo bem ja aceitei em termos, mas o q mais me doi é uma queimação q sinto nas costas e abaixo dos mamilos q ainda ñ sei o q é, é osso, arde demais, dizem q com o tempo ela acaba, vamos ver, um abraço ´e um beijão pra vc e sua mamãe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui