Preconceito: As vezes levo na brincadeira, mas as vezes não dá!

0
2074

rdtsyiuoitpoypu

Hoje vamos conhecer um pouco da história de superação, da nossa amiga Laise Santos. Com apenas 25 anos de idade já coleciona grandes conquistas no Parabadminton, já se tornou campeã da modalidade nos jogos Pan Americano e atualmente é a numero um no ranking nacional.

Qual motivo levou você a utilizar uma cadeira de rodas?
Nasci com a deficiência, os médicos não sabem explicar com grandes detalhes o que levou a isso.

Durante a sua adolescência quais foram as suas maiores barreiras?
Acho que por eu nascer meio que foi mais fácil, na adolescência eu tive as mesma barreiras que todo adolescente tem, de aceitar meu corpo, de me impor, algumas coisas foram fácil e outras nem tanto. Mais sempre tive apoio da minha família.

Quem te ajudou a superar os seus limites?
Minha família e o esporte!

Qual esporte você prática. Pode ser comparado com qual modalidade?
Parabadminton, é um pouco semelhante ao tênis.

Como conheceu a modalidade e como ela passou a fazer parte da sua rotina?
Através de um amigo que me convidou para fazer parte de um projeto de inclusão, na escola (Ifpi Instituto Federal do Piauí) que eu estudo. 12666302_935845303179827_664262844_n

Qual o seu maior objetivo nesta jornada de paratleta?
Por temporada, determinamos os objetivos, esse ano e lutar pelo bicampeonato no pan americano, e manter o ranking, meu maior sonho e participar de uma olimpíada.

Sabemos que ainda existe muito preconceito. Isso te afeta de alguma forma? Como lida com isso?
Verdade ainda temos que viver com isso, me afeta as vezes. Depende de como vem e de quem vem. As vezes levo na brincadeira, mas as vezes não dá, por conta das viagens aprendi a lhe dar com o preconceito, hoje em dia tenho a vida bem resolvida e quando passo por situações como essas tiro de letra.

Defina em algumas palavras a relação Esporte x Superação na sua vida:

Acho que melhor do que frase seja uma tattoo que eu fiz em homenagem ao meu esporte, o esporte me salvou, me incluiu, me ensinou que minha vida não é limitada pela minha deficiência.12714522_935846176513073_1855104007_n

Deixe uma mensagem para os leitores que desejam praticar um esporte, mas vivem valorizando as barreiras.
As barreiras sempre existiram independente do esporte ou não, mais o esporte te dar barreiras pra te fazer mais forte, pra te mostrar que você consegue superar. O esporte te inclui. Todas as berreiras podem ser superadas quando se tem força, fé, é acreditar que conseguimos mais e que somos mais.

 

Gostou e quer mandar uma mensagem diretamente para a Laise? Este é o e-mail: [email protected]