EasyChair App, o futuro amigo de bolso para nós cadeirantes.

0
1901

Qual momento que surgiu a ideia de fazer um aplicativo, e porque o público-alvo foi os cadeirantes?

Fomos convidadas a participar do technovation challenge, um concurso para meninas onde se deve criar um aplicativo solidário. Então logo de cara pensamos no transporte para deficientes por ser algo de caráter solidário, mas então percebemos na questão transporte, santos oferece um bom suporte para os cadeirantes. Isso segundo palavras de alguns deles!

Deixamos então de lado o transporte e passamos a pensar somente nas pessoas com deficiência física e depois de conhecer duas pessoas cadeirantes vimos a dificuldades de locomoção que eles têm. Começamos a trabalhar para ajudar nesse problema, a ideia inicial era apenas mapear as ruas (rampas), mas depois de uma reunião que tivemos com Luciano Marques (um amigo cadeirante) adicionamos também a ideia de apontar estabelecimentos acessíveis.

E quando começamos a pesquisar sobre o assunto acabou ficando mais evidente de que a ideia é viável, já que em Santos cerca de 30% da população possui essa deficiência. Então começamos a andar pelas ruas da cidade e reparar nas falhas que têm nas rampas, na dificuldade de acesso, etc.

Quais os principais benefícios que o aplicativo vai oferecer?

O aplicativo vai apontar as rampas e estabelecimentos acessíveis pela cidade. E também vai ter um espaço colaborativo, onde as pessoas cadastradas no app poderão classificar as rampas e os estabelecimentos quanto ao nível de acessibilidade que eles possuem. Além disso, os usuários também poderão postar sobre algum lugar acessível que acharam pela cidade, dicas de lugares que vale apena conhecer.

 

“EU SEMPRE QUIS TER UM APP ASSIM”

Esse projeto tá tendo apoio de quem e quais as maiores dificuldades que vocês estão tendo na criação?

No momento temos apenas alguns amigos, e a escola, visto que começamos a divulgação do app há pouco tempo. Entre os amigos tá o Luciano Marques e Alexei Schenim que são cadeirantes. Alem de ajudarem eles é inspiração para o projeto!

Quanto às dificuldades, o tempo tem sido nosso pior inimigo haha, são muitas coisas pra fazer em um curto período, mas estamos nos saindo bem. Como o app ainda é um protótipo, não há tanto problema com a programação.

Depois de concluir o projeto vocês vão lançar para todos usarem ou vai ser feito apenas para participar do concurso?

Então… Se conseguirmos ganhar o concurso vamos receber uma ajuda para conseguir colocar o app no mercado. Caso a gente não ganhe, pretendemos continuar com o projeto e desenvolvê-lo por conta própria. Aí vamos precisar de patrocinadores e muito tempo pra programar e poder lançá-lo no mercado. 

“Depois eu gostaria de ver o projeto, super gostei e adoraria ajudar a concluir e por no mercado.”

 Technovation é um programa de empreendedorismo tecnológico e de caráter competitivo para as mulheres jovens. Por meio de um intensivo de três meses, o currículo de 50 horas, as equipes de jovens mulheres trabalham juntos para imaginar, projetar e desenvolver aplicativos móveis, em seguida, lançar seus “startup” negócios para os investidores.

Quais os nomes das amigas e futuras empreendedoras?

  • Rita Lino
  • Sâmela Teixeira
  • Julyanna Dias
  • Verônica Desesardes
  • Mentora Mariana Moura

MUITOOO BOM… Obrigado pela entrevista e continue com o projeto, ganhado ou não. E se precisarem de um apoio podem contar comigo. Parabéns para vocês, futuras empreendedoras com um olhar voltado para a sociedade!