Língua de sinais para bebês

1
1966
Deu vontade de aprender também né!?

Sou o típico internauta que abre mais de 10 abas no navegador em poucos minutos, cada uma com conteúdo totalmente diferenciados das abas vizinhas (rs). Em uma delas eu estava lendo sobre Língua de sinais, e para minha surpresa, (uma grande surpresa) descobri que bebês sem ter nenhum tipo de comunicação verbal ou ainda não aprendeu falar o tão esperado papai/mamãe podem aprender a se comunicar através da língua de sinais.

Wikimedia-amigos-cadeirantes

Uma língua de sinais (português brasileiro) ou língua gestual (português europeu) é uma língua que se utiliza de gestos, sinais e expressões faciais e corporais, em vez de sons na comunicação. As línguas de sinais são de aquisição visual e produção espacial e motora. São as línguas naturais de cada comunidade de Surdos, ao redor do globo. Há no mundo muitas línguas de sinais usadas como forma de comunicação entre pessoas surdas ou com problemas auditivos. Muitas delas receberam reconhecimento oficial em vários países.

 

Agora você deve estar pensando a mesma coisa que passou pela minha cabeça: Mas como isso é possível?

Pesquisas comprovam que a partir dos seis meses de idade os bebês já possui capacidades físicas e mentais para se comunicarem por sinais. Embora possa levar meses para a criança fazer seu primeiro sinal!
Se você gostou do assunto e deseja saber mais, eu indico que assista esse vídeo feito pela Flavia Calina que é mãe da Vitoria!

Deu vontade de aprender também né!?
Deu vontade de aprender também né!?

Por quê ensinar linguagem de sinais para um bebê que ainda não apresentou nenhum problema de comunicação?

A linguagem de sinais é uma linguagem que pode ser usada por qualquer um e acima de tudo é uma outra língua. O cérebro de um bebê até um ano de idade se desenvolve mais rapidamente do que suas habilidades para a falar, o que faz com que um bebê de um ano de idade seja capaz de entender muitas palavras mas não de se expressar.

Qual língua de sinais é mais ensinada aos bebês?

A língua é o ASL – American Sign Language, que é diferente da Linguagem Brasileira de Sinais – LIBRAS. O motivo é que há muito material educativo adequado para as crianças voltado para esta língua. Ainda que os pais não falem inglês e resolvam comprar um livro infantil ou DVD de ASL, as palavras tratadas são sempre simples e podem ser rapidamente compreendidas pelos pais antes de ensinar aos filhos. Mas claro, em se tratando de casos onde o bebê terá contato com pessoas que usam LIBRAS ou mesmo outra linguagem de sinais, cabe aos pais decidir qual língua ensinar.

O uso dos sinais não atrasa a língua falada?

Não. De acordo com um estudo do NIH – Nacional Institute of Health (EUA), bebês expostos a linguagem de sinais desenvolveram mais rapidamente a linguagem falada, apresentando habilidades verbais três meses mais avançadas aos dois anos de idade do que crianças que não praticaram a linguagem de sinais.

Estarei deixando a seguir um link que vale seu clique!

Linguagem de sinais para bebês

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui