A cada 30 dias uma nova superação, uma conquista. É possível!

7
5910

sonhar-com-os-pés-na-cadeira--de-rodas

Já imaginou fazer a sua limitação desaparecer em apenas 30 dias?

Pois é, um sonho que muitos desejam e agora vou te ensinar a técnica dos 30 dias que tem o poder mágico de fazer seus sonhos se tornarem realidade.

Antes de explicar para você os pontos chaves desta técnica vou compartilhar um pouco do meu passado (limitado fisicamente) para você poder ver o quanto algo tão simples pode mudar a sua vida. Se você me acompanha nas minhas redes sociais ou aqui no site, então já sabe qual é a minha lesão, mas se chegou aqui agora e está por fora, não tem problema.

paulo-oliveira---mais-uma-pessoa-rotulada

Sou tetraplégico com lesão nas cervicais C5-C6 (lesão completa) por arma de fogo. Meu lado esquerdo é mais fraco, não tenho força no tríceps esquerdo, não tenho controle de tronco, gordura corporal magra, lordose me maltrata (se você tem problema de lordose então conhece bem essa dor) e a escoliose me faz ser parente da empresa Sadia. Só quem tem escoliose vai entender a piada! rs

No inicio da minha vida sobre rodas eu precisava de ajuda, mas não é pouca ajuda, era muita ajuda mesmo!

Eu necessitava de ajuda:

-Para beber um copo de água

-Para sentar na cama

-Para vestir uma roupa

-Para escovar os dentes

-Para transferir para a cadeira de rodas

-Para comer

-Para empurrar a cadeira de rodas

-Para transferir para a cadeira de banho

-Para tomar um banho

-Para voltar para a cama

-Para tirar a roupa

-Para fazer o cat (cateterismo vesical)

-Para me virar na cama

-Para me cobrir

-E até mesmo para dormir (insônia me amava)

liberdade

Vou parar no básico, pois a lista era grande. ERA GRANDE e graças a um conjunto de acontecimento e de ações realizadas por mim consegui fazer essa lista de limitações diminuírem 80%. Um ganho de liberdade grande que foi conquistado 10% a cada 30 dias.

O mesmo ganho que desejo e acredito que você também vai ter depois de hoje! 😀

reabilitação-no-sarah

Sim, eu fiz reabilitação em um centro especializado em reabilitação medular (Hospital Sarah Kubicheque em 2009) e foi ótimo, porem as minhas limitações sumiram quando eu reconheci o quanto eu sou capaz de me superar diariamente, independente da minha situação física, financeira, amorosa e familiar.

“A sua vida é sua vida. Nunca espere que a sua vida se torne perfeita enquanto você vive com pessimismo.” Paulo Oliveira.

Quais as melhorias que eu tive no hospital Sarah Kubitschek?

Não nego e nunca vou negar que o Sarah teve um papel muito importante na minha jornada à procura da independência. Costumo dizer que o hospital Sarah Kubitschek nos mostra as possibilidades e a nossa real situação, sem palavras duras ou maquiadas com promessas. Simplesmente a verdade!

Fiquei 45 dias internado e nesse tempo pude conhecer meu corpo, minha capacidade física e psicológica, as barreiras de concretos, as barreiras feita de pessoas e pessoas com deficiências bem piores que as físicas e mentais. Pessoas sem amor próprio, sem amor pela vida!

Voltei para casa conseguindo:

-Escovar os dentes

-Vestir uma camiseta

-Empurrar a cadeira de rodas em distância curta

-Passar para a cadeira de rodas com ajuda de terceiros

-Comer com auxilio de adaptador

Quando fui para o hospital Sarah Kubitschek eu queria voltar o mais independente possível, fui com a expectativa de voltar de lá no mínimo com os movimentos das mãos normais, mas como eu disse a cima e afirmo novamente:

“o hospital Sarah Kubitschek nos mostra as possibilidades e a nossa real situação, sem palavras duras ou maquiadas com promessas. Simplesmente a verdade!” Paulo Oliveira.

E essa clareza da minha real situação só fez o meu desejo de ser o mais independente possível aumentar e focar no que é importante. No meu ponto de vista o importante é viver da melhor forma possível.

E nessa minha jornada cheias de pedras a procura de viver da melhor forma possível consegui ficar precisando de ajuda só para (em breve não vou precisar e compartilharei com você depois essa conquista) tomar um banho. Talvez para você isso ainda seja muito limitador, (realmente tira um pouco da liberdade e pega 20% dos 100% da independência) mas de uma lista com 14 limitações abaixar para apenas uma limitação é no mínimo quase milagre.

30-dias-com-foco

Agora vem a parte que fez você acessar esse artigo, o passo a passo da técnica dos 30 dias que fez e faz a cada dia mais eu me superar. Para prosseguir com a leitura e não se decepcionar no final veja se você se encaixa em no mínimo em um dos três tipos de pessoa que vou descrever a seguir.

Perfil 01 – Você não conhece seu corpo e suas limitações, mas tem a possibilidade e um desejo incontrolável de realizar movimentos que podem te ajudar a melhorar o seu dia a dia.

Perfil 02 – Você conhece seu corpo e suas limitações, mas tem preguiça de realizar atividades físicas, costuma começar e nunca vai ate o fim e no final quando ver alguém vencer diz que ela tem muita sorte e apoio de pessoas que no seu ponto de vista são as chaves do sucesso dela.

Perfil 03 – Você conhece seu corpo e reconhece que tem muitas limitações, mas acredita que se conseguir apenas um direcionamento vai fazer de tudo e vai dar o seu melhor para honras o apoio.

Espero do fundo do meu coração que VOCÊ NÃO FAÇA PARTE DO PERFIL 03. Se você faz parte de um dos demais perfis então vem comigo que o mundo é nosso! 😀

Técnica dos 30 dias – A cada 30 dias você vai ter uma nova conquista

A técnica dos 30 dias é muito usada no mundo do empreendedorismo, principalmente por pessoas que possui muitos projetos e não estão conseguindo focar no que é realmente importante.

“Paulo o que tem haver empreendedorismo com reabilitação?”

Se você deseja realmente mudar a vida que você está vivendo (ou sobrevivendo) hoje, então você vai ter que possui três elementos essenciais no mundo do empreendedorismo de grande impacto. E esses três elementos são destrinchados de uma forma simples e bem clara pelo inspirador Flavio Augusto em seu livro Geração de valor.

Visão:

visão

Coragem:

coragem

Competência:

copetencia

Agora vou trazer a descrição para o nosso mundo sobre rodas!

Visão: Você não precisa ter os melhores médicos para te dizer o que você pode ou não realizar com seu corpo. Sua visão lhe mostra um corpo limitado, mas sua imaginação tem o poder de criar ferramentas únicas.

Coragem: A vida é dura e bate forte e essa batida não vem só no seu rosto. Qualquer pessoa apanha da vida, mas as pessoas que desejam vencer de verdade não se deixam abater com as quedas e derrotas.

Competência: Reconhecer que você não sabe o que fazer para diminuir as suas limitações é necessário para que os profissionais sejam bons. Se você já trocou de terapeuta, de preparador físico, de psicólogos, de nutricionista ou de qualquer outro profissional em menos de um mês de acompanhamento é porque o erro está em outro lugar. Você precisa de um pouco de paciência e de entendimento do seu processo de reabilitação.

Você faz parte de um dos perfis adequado para técnica e possui os três elementos? Parabéns, agora é hora de começar a eliminar as suas limitações.

Passo a passo:

Primeiro:

Faça uma analise do seu próprio corpo, entenda as suas limitações, marque em um papel ou no bloco de notas do seu computador as suas maiores limitações física. Nas imagens abaixo você vai poder ver alguns movimentos básicos que necessitamos para realizar atividades normais do dia a dia.

Segundo:

Depois de conhecer melhor as suas limitações físicas analise o que você precisa melhorar primeiro. O que vai te dar um beneficio em curto prazo?

Exemplo:

Há cinco anos eu tirei minha carteira de motorista e para controlar o carro precisei usar duas adaptações: A alavanca lateral para frear e para acelerar, na puxada o carro acelerava e quando empurrava ele freava e o y no volante. Porem a alavanca ficava do lado esquerdo (meu lado com pouca força) e meu tríceps não dava conta do recado.

tirando-a-carteira-de-motorista

Então naquela época optei por focar em treinamentos que fortalecesse meu bíceps e ombro para compensar a falta de força no tríceps.

Terceiro:

Saiba se vai ser necessário um acompanhamento de um profissional e se for preciso aprenda tudo o que você precisa e depois arrisque fazer sozinho.

Quarto:

Depois de saber o que você precisa melhorar e o que vai melhorar primeiro, foque por 30 dias na solução. O que isso significa?

Isso significa que durante 30 dias você vai tentar realizar algo que de inicio aparenta ser impossível para sua situação física, mas totalmente possível na sua cabeça.

Para ilustrar melhor o funcionamento da técnica dos 30 dias vou compartilhar a minha experiência e meus ganhos físicos obtidos usando ela.

Durante 30 dias eu fiz essas ações sem nenhum tipo de auxilio de terceiros e no final dos trinta dias eu realizei todas as ações quase sem dificuldade.

Beber água –

Por eu ter a lesão de tetraplegia (lesão completa) eu não abro e não fecho as mãos, então durante 30 dias eu fiquei tentando segurar objetos em formato circulares e lisos com o movimento de abrir e fechar do pulso.

Sentar na cama –

Não ter força o suficiente para levantar o corpo com o tríceps e muito menos controle de tronco foi resolvido com o braço amigo, o triângulo auxiliador, com tríceps dormindo o bíceps trabalha em dobro.

Vestir roupa –

Vestir roupa totalmente sozinha com uma lesão de tetraplegia é demorado, mas garanto que depois de 30 dias repetindo os mesmos movimentos e em um horário x tudo fica fácil, até mesmo calçar um tênis.

Demora muito?

Em menos de uma hora troco de roupa e volto para a cadeira de rodas. Demoro bem menos que minhas ex-namoradas!

Escovar os dentes –

Ter acessórios que nos ajuda a facilitar o nosso dia a dia é bom, mas quanto menos acessórios mais livres ficamos.

Transferir para a cadeira de rodas –

Sempre me pergunto: E se eu tiver morando sozinho e precisar de alguma coisa vou ter que pedir ajudar? Claro que não!

Uso a tabua de transferência para ir para a cadeira de rodas e o triângulo auxiliador na volta para a cama.

Para comer –

Não existe coisa mais chata do que ir ao restaurante e ter que usar adaptador para garfo e faca. Por pensar assim prefiro segurar os talheres entre os dedos.

Empurrar a cadeira de rodas –

Já bastam os buracos e a falta de nivelamento nas causadas impedindo a passagem e amigos quase nos derrubando na zuera com a corrida de formula um clandestina. rs

Força e resistência na hora de empurrar a cadeira de rodas só surgem com exercícios diários.

Transferência para a cadeira de banho –

Você com força e uma boa mobilidade qualquer cadeira serve para banhar, porem isso só aparece com treino e mais treino. Treinei muito e ainda treino todos os dias, pois se parar de treinar o nosso corpo vai começar a gritar: Querooo ajuda!

Voltar para a cama –

Na minha experiência a tabua é perfeita para auxiliar na transferência para a cadeira de rodas, mas na volta não é tão prática. Resolvi esse problema com o triângulo auxiliador não só esse como também: tirar a roupa (virar para um lado e para o outro é moleza com ele), me virar na cama (pele agradece e a escara não aparece) e me cobrir (melhor que ser coberto é se cobrir na hora que você desejar).

Voltei a dormir bem –

Se você acha que não tem sono, então eu desafio você e sua insônia a fazer um treino físico todos os dias de no mínimo 1 hora de duração.

Como você pode ter percebido o segredo da técnica é algo que poucas pessoas usam e o nome do segredo é FOCO. Durante 30 dias eu foquei minhas energias em uma por uma das ex-limitações e graças a Deus e a minha vontade de querer ser o mais independente possível consegui conquistar 80% da minha liberdade, agora estou focado nos últimos 20%. : D

Vai dar certo pra você?

Eu acredito em tudo que é feito com vontade e com foco pode se tornar real e inspirador. O máximo de errado que pode ocorrer é você não concluir os 30 dias de foco na tarefa que você escolheu aplicar a técnica. E se isso ocorrer à culpa não é da técnica é totalmente sua!

É isso ai amigo, espero poder ter ajudado e que coloque em prática essa técnica e compartilhe com a gente as suas conquistas!

Links Bônus:

Produtividade TÉCNICA DOS 30 DIAS – Vídeo

Geração de Valor – Blog

Flavio Augusto/ Geração de Valor – Facebook

 

7 COMENTÁRIOS

  1. Legal essas dicas,sou paraplégico há 30 anos e é isso mesmo a cada dia é uma luta ,uma conquista DIARIA,o meu maior problema é urinário,mas estou melhor a cada descoberta que sai sobre a minha bexiga, grato WAGNER Dias

  2. Ola bom dia, estava aqui lendo seu depoimento e fiquei impressionada com o resultado. Tambem estou acima do peso e tenho muita dificuldade para me alimentar bem. Foi em uma nutricionista mais o apoio foi horrivel preciso muito emagrecer mais preciso de ajuda. E seu resultado e maravilhoso. Parabens.

  3. Realmente da certo tenho 22 anos, tive uma lesão na t10 com esmagamenti da medula por acidente. Tem 26 dias que estou paraplégico, mantive o foco mesmo sendo cedo, meu foco era sentar sozinho para depois tentar ir para a cadeira, lógico que com liberação do médico para fazer as coisas, mas deu certo, hj ja sento sozinho so não passo para a cadeira, porém mesmo alguem me colocando na cadeira não aguento ficar muito tempo sinto muito incômodo a perna fica muito pesada e gostaria de saber se vc conhece algum treinamento p isso??
    agradeço desde já a atenção

    • Boa tarde Gabriel, fico feliz em saber que as dicas estão te ajudando.
      Qual é exatamente o incômodo?

      É tontura, falta de equilíbrio, falta de ar…

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui